Com qual frequência um satélite revisita um ponto do globo?

Imagens de satélite são ferramentas que facilitam e muito o monitoramento de uma área. Para o produtor, que tem decisões operacionais difíceis a serem tomadas diariamente, o monitoramento de suas propriedades via satélite é mais uma ferramenta de administrar os negócios com mais confiança e poupar tempo para todas as outras atividades. O monitoramento pessoalmente a campo de forma constante em uma área, principalmente durante momentos críticos de uma cultura, traz melhores resultados, mas também exige mais tempo e recursos.

Se o objetivo é criar soluções únicas que resolvam os desafios de hoje e antecipem as demandas do amanhã, é fundamental acompanhar as mudanças ocorridas nos talhões em curtos períodos de tempo. Tecnologias de monitoramento remoto ajudam nesse processo, principalmente usando imagens de satélites que têm uma taxa de revisitação alta e garantem acompanhamento mais eficiente em momentos críticos.

Veja também: Planet, a fornecedora de imagens de satélite da Granular

Revisita Rápida é um termo usado no monitoramento por satélite para descrever a capacidade de capturar repetidas imagens de um mesmo local em um curto intervalo de tempo. Constelações com essa premissa podem responder a curto prazo a requisição de coleta de um alvo, sem esperar dias para a passagem dos satélites. Além disso, coletas de um mesmo alvo podem ser feitas com frequência durante um determinado período, caso seja de interesse do usuário. Por possibilitar a visualização e análise de fenômenos de forma rápida e eficiente, a Revisita Rápida é muito relevante e desejada por empresas dos mais variados segmentos de negócio que investem no monitoramento de imagens de satélite. No blog da Planet, fornecedora das imagens da Granular, o artigo “What is Rapid Revisit and Why Does It Matter”, explica um pouco mais da aplicação deste conceito em outros mercados.

Bom, mas o quão rápido a revisita acontece?

A resposta pode variar muito, dependendo a quem você pergunta. Muitos satélites de imagem fornecem cobertura global, mas tem resolução temporal limitada, com taxas de revisitação de 5 a 10 dias. Ou seja, há intervalos de dias sem imagens captadas, dificultando uma análise completa. Para cada atividade, a velocidade das imagens muda quando falamos em “rápido”. Mesmo dentro do agronegócio, diferentes épocas do ano tem diferentes necessidades em relação a taxa de revisitação.

No entanto, é importante ter a opção de intervalos mais curtos entre as imagens para que seja possível entender e caracterizar as rápidas mudanças causadas por atividade humana ou eventos naturais. A Planet, empresa fornecedora de imagens de satélite para o aplicativo Granular Insights e também umas das líderes mundiais do mercado, tem diferentes constelações de satélite que podem oferecer uma frequência diferente em cada uma delas. Para o Granular Insights, utilizamos uma constelação chamada de Dove, que tem uma alta taxa de revisitação aliada ao uma excelente qualidade de imagens para monitoramento agrícola.

Os satélites estão posicionados para fotografar qualquer lugar da Terra todos os dias entre 10h30 e 13h30, fornecendo várias observações importantes para o monitoramento de determinada área. Mas é claro que imprevistos podem acontecer. Não é incomum que a cobertura de nuvens atrapalhe a captura de imagem, um eventual problema de conexão entre satélite e servidor ou mesmo a falha no processamento das imagens dentro do servidor também podem comprometer a entrega das imagens capturadas. A boa notícia é que com uma taxa de revisitação alta, mesmo com o problema para receber a imagem em um dia, uma outra será entregue em breve.

Obviamente, a velocidade da taxa de revisitação não precisa ser a mesma para todos os clientes, pois tudo depende do objetivo de cada um. Para o monitoramento de desastres, cada minuto faz a diferença – por isso a constante atualização de imagens é mais do que necessária. É o caso também de aplicações no setor de defesa e inteligência, onde é crucial estar à frente dos acontecimentos. O setor agrícola é outro beneficiado com a capacidade rápida de monitoramento, como falamos anteriormente. O envio de imagens de satélites, que pode ser até diária, dependendo da região e época, dá ao produtor uma visão completa sobre a lavoura, auxiliando na tomada de decisões antes que um determinado problema comprometa a lucratividade.

Fique por dentro!

Deixe o seu e-mail para receber novos posts do blog direto em sua caixa de entrada