Como 2020 moldou o futuro das empresas de tecnologia agrícola

Este texto foi publicado originalmente no Linkedin pela atual CEO da Granular e presidente da plataforma de Agricultura Digital da Corteva Agriscience, Tamar Rosati.

Em um ano repleto de desafios sem precedentes, fui continuamente lembrada da resiliência e adaptabilidade daqueles responsáveis ​​por colocar alimentos na mesa em todo o mundo. Os agricultores não costumam estranhar os tempos difíceis, mas vê-los enfrentar os desafios apresentados por 2020 inspirou e surpreendeu a mim e a toda a equipe da Granular. Desempenhar o papel de ajudar as famílias de agricultores a superar esses desafios e dar-lhes as ferramentas de que precisam para continuar a crescer e prosperar é incrivelmente motivador e recompensador para nossa equipe.

Novas maneiras de se conectar com os agricultores, criação real de valor a partir de dados e maximização do que os agricultores obtêm com os esforços de sustentabilidade são três maneiras pelas quais eu vejo que as empresas de tecnologia na agricultura ajudaram a superar os desafios de 2020 e o que eles trazem no futuro.

1. Com o COVID o virtual torna-se realidade

A suposição de que uma reunião pessoal é a melhor e única maneira de fazer negócios com os agricultores foi repensada em 2020. Inicialmente impulsionado pela necessidade devido às restrições do COVID-19, a preferência pela conexão virtual praticamente permaneceu, mesmo depois que o governo e a indústria privada relaxaram suas restrições. E foi assim para todas as partes envolvidas – produtores, consultores e fornecedores – quando percebemos que poderíamos conquistar tanto por meio da tecnologia, do Zoom e do telefone quanto poderíamos no campo.

De acordo com um estudo realizado com produtores americanos, conduzido pela McKinsey & Company em abril de 2020, eles não apenas se adaptaram rapidamente ao COVID-19, como sua preferência por interações digitais aumentou significativamente de 2018 a 2020. Na verdade, a pesquisa mostrou um aumento de 50% na preferência por interações digitais em vez de pessoalmente ou por telefone quando se trata de avaliar um novo fornecedor e de um aumento de mais de 100% na preferência digital quando se trata de solicitar uma proposta. O COVID-19 foi um acelerador da digitalização da agricultura. Estava acontecendo, mas em um ritmo bastante lento. A pandemia simplesmente colocou a digitalização em uma trajetória diferente, que acreditamos que veio para ficar, e o estudo corrobora com esta opinião.

Em sua essência, a Granular foi fundada com a visão de que o futuro da agricultura seria impulsionado pela digitalização da propriedade. A agricultura tem sido um negócio em movimento por décadas e estar conectado com capacidade de administrar uma propriedade de qualquer lugar é fundamental, pois elas ficaram maiores e mais complexas e os agricultores são solicitados a produzir mais com menos. Em 2020, lançamos o Granular Insights, uma ferramenta digital fácil de usar para ajudar os agricultores a terem uma visão mais clara do que impulsiona o lucro de sua propriedade, a nível de talhão e dentro do talhão. Desde o lançamento, mais de 15.000 agricultores americanos adotaram a ferramenta, confirmando que estão prontos para adicionar soluções digitais às suas operações e ansiosos para fazer uso de seus dados, não apenas em belos mapas de produtividade, mas para realmente melhorar seus resultados financeiros.

Nossos clientes tiveram uma vantagem inicial e um número menor de interrupções em suas operações com a chegada da pandemia, em comparação com outros que ainda não haviam adotado a tecnologia em suas propriedades. Eles foram capazes de alavancar nosso software para conectar o trabalho no campo ao trabalho no escritório, colaborar virtualmente com seus parceiros de confiança para planejar o ano, identificar e tratar os problemas durante a safra e concluir a análise pós-safra. Enquanto nossos clientes estavam atentos para tomar decisões importantes para seus negócios com menos interação pessoal, porque eles já estavam usando ferramentas digitais para conectar e analisar seus dados na fazenda, o início do COVID-19 e os cuidados que tantos tomaram como uma consequência definitivamente aceleraram a adoção e o nível de facilidade de outras pessoas com a tecnologia. E esperamos que continue assim. Em um estudo de 2020 liderado pela Corteva Agriscience, quase 50% das propriedades que não usam o digital hoje planejam incorporá-lo em suas operações nos próximos três anos. A consciência e o compromisso do agricultor com o progresso digital são empolgantes e aumentam as expectativas de nossa equipe.

Quando olhamos para 2021 e os anos seguintes, sabemos que construir relacionamentos e conhecer os clientes, até certo ponto, sempre será mais fácil pessoalmente do que virtualmente, e o ato de cultivar está fundamentalmente ligado a um local físico. Portanto, embora não haja um substituto verdadeiro para essa interação pessoal em nosso setor, aprendemos que há muito mais que pode ser feito virtualmente do que presumíamos anteriormente.

2. A análise preditiva adiciona certeza a tempos incertos

Como humanos, tivemos que lidar com incertezas extraordinárias em 2020, muitas das quais estavam fora de nosso controle. Embora gerenciar a incerteza não seja nenhuma novidade para os agricultores, usar a tecnologia para ajudá-los a tomar decisões mais informadas sobre coisas que estão ao seu controle provou ser uma vantagem para seus negócios e sua saúde mental.

Durante toda a safra, as ferramentas do Granular Insights os ajudavam a tomar decisões sobre o momento da colheita, comercialização de grãos e planos para a safra do próximo ano.

Isso não quer dizer que a análise pode fazer tudo. Longe disso. A agricultura sempre foi e continuará sendo um trabalho em equipe. A tecnologia nunca substituirá a necessidade de parceiros confiáveis, mas permitirá interações mais eficientes e valiosas entre os agricultores e os outros membros de seu time.

Como uma indústria, a agricultura fez grandes avanços na coleta e análise de dados, mas a próxima fronteira para empresas de tecnologia agrícola está em análises preditivas como essas, que oferecem insights que só são possíveis com modelos computacionais, ajudando a maximizar o valor que os agricultores obtêm de seus dados e fortalecer a colaboração com seus parceiros. É aqui que a Granular concentra esforços significativos a partir de 2021.

3. É hora da sustentabilidade encontrar a lucratividade

Em um ano em que os agricultores foram forçados a fazer mais com menos, eles tiveram que empregar uma priorização implacável para garantir que seu tempo e energia fossem bem gastos. Mesmo os esforços em torno da sustentabilidade, um valor fundamental para a maioria dos agricultores e do setor agrícola em geral, não ficaram imunes a serem colocados sob um microscópio. Para que os esforços de sustentabilidade tenham um verdadeiro impacto na lucratividade do agricultor, desde o sequestro de carbono até o manejo do nitrogênio e as práticas de conservação da água, a transparência é a chave para desbloquear os resultados. Os dados, o gerenciamento de dados e a análise preditiva avançada serão a forma como os agricultores mostrarão a transparência necessária e obterão lucros.

Em 2020, os agricultores usaram a solução de gerenciamento de nitrogênio dentro da Granular Agronomy, produto atualmente disponível apenas no mercado americano, para atingir suas metas de produtividade sem aplicação excessiva, ajudando simultaneamente o meio ambiente e seus resultados financeiros. Além do ROI aprimorado com o uso mais eficiente de nitrogênio, os agricultores em Ohio, por exemplo, trabalharam com agentes de serviços certificados (CSAs) terceirizados para ganhar recompensas financeiras adicionais para uma melhor gestão do escoamento de fósforo por meio de programas públicos como H2Ohio, adicionando ainda mais valor aos seus esforços.

A Granular continuará a buscar novas maneiras de aproveitar os dados para transformar o insight em ação e apoiar o desejo inato dos agricultores de manter suas áreas conservadas ​​para as gerações futuras.

Ao olharmos para 2021 como uma indústria agrícola, uma coisa é certa: os agricultores continuarão a fazer o que fizeram por gerações. O papel da tecnologia não é chegar do alto e dizer aos agricultores como cultivar. Eles são os especialistas nessa área. O papel da tecnologia é permitir que os agricultores tomem decisões mais informadas, dar-lhes ferramentas para administrar seus negócios de forma mais eficiente e lucrativa, e capacitá-los para cultivar o melhor de suas habilidades.

*Alguns produtos e pesquisas mencionados neste texto pertencem ao mercado americano.

Fique por dentro!

Deixe o seu e-mail para receber novos posts do blog direto em sua caixa de entrada