Como fazer um monitoramento mais eficiente na cultura do arroz?

O arroz ocupa atualmente uma área plantada de cerca de 1,7 milhões de hectares no Brasil, com uma produtividade média de 6,7 toneladas  por hectare, segundo dados da  Companhia Nacional de Abastecimento (Conab). Uma produção considerável, diante dos grandes desafios que os produtores de arroz enfrentam com ervas daninhas, pragas e o próprio controle de inundação em áreas que utilizam essa técnica. 

Em todos esses desafios, a tecnologia do Granular Insights pode desempenhar um papel importante, por direcionar o monitoramento para áreas que merecem mais atenção. Mas como interpretar as imagens de satélite que a ferramenta oferece para tomar decisões mais assertivas e, a partir delas, proteger a rentabilidade da cultura do arroz? 

Para responder a essas e outras dúvidas, o responsável pela área comercial Sul da Granular aqui no Brasil, Bruno Visconti, participou do podcast Arroz em Foco, criado pela Corteva Agriscience™ para compartilhar conteúdos relacionados ao mercado de arroz e o seu impacto no agronegócio brasileiro. 

Durante o bate-papo com o representante técnico de vendas Matheus Camacho, Bruno explicou como o Granular Insights auxilia o monitoramento na lavoura. A ferramenta fornece ao produtor imagens de satélites de alta resolução que são submetidas a um filtro de índice de vegetação, utilizando o WDRVI em conjunto com os algoritmos do Granular Insights. A partir daí, o aplicativo informa o índice foliar em cada ponto do talhão. Conforme a coloração da imagem, é possível detectar onde há maior e menor desenvolvimento da vegetação e, com essas informações, o produtor consegue identificar problemas de forma antecipada e tomar uma decisão de monitoramento a campo mais assertivo, cobrindo áreas que realmente merecem cuidado. 

Para você que está mais familiarizado com o NDVI, trouxemos neste outro post do blog mais detalhes da  diferença entre WDRVI e NDVI.

Controle de ervas daninhas e manejo de pragas na cultura do arroz

Especificamente na cultura do arroz, o Granular Insights pode desempenhar um papel crucial no controle de ervas daninhas e no manejo de pragas. No primeiro caso, o produtor deve buscar nas imagens de satélite por áreas que estão com maior índice de vegetação, pois isso indica que naqueles pontos há um acúmulo maior de área vegetal, pressupondo a possibilidade de ervas daninhas, já que o arroz tende a crescer de forma uniforme dentro do talhão. 

Bruno citou o exemplo de uma lavoura como esta da imagem abaixo, onde houve controle efetivo de ervas daninhas na fase de pré-plantio, mas que durante o desenvolvimento do plantio, as imagens de satélite apontaram manchas de alto índice vegetativo dentro de algumas áreas.

No monitoramento a campo, foram encontradas reboleiras de ervas daninhas em estádios bem iniciais, que futuramente poderiam comprometer a produtividade caso o problema não tivesse sido detectado a tempo. A partir do monitoramento direcionado, o produtor tomou a decisão de aplicar alguns produtos de forma localizada e assim o problema foi controlado a tempo de proteger a lucratividade. 

Quanto ao manejo de doenças, o Granular Insights ajuda efetivamente a encontrar pragas que atacam a área foliar da cultura do arroz. Nesse caso, o produtor deve procurar por pontos nas imagens de satélite que apresentem desenvolvimento vegetativo menor, demonstrados geralmente por pequenas manchas amarelas em uma lavoura que já está em desenvolvimento.

Com essas informações em mãos, é possível ir a campo com o aplicativo instalado no celular e identificar a doença que está comprometendo a lavoura. Assim, é possível realizar um manejo mais efetivo, seja aplicando produtos na área total ou em locais específicos da lavoura. 

Outra funcionalidade do Granular Insights que pode ser vantajosa não só para o arroz, mas para várias culturas, é a possibilidade de incluir notas e fotos georeferenciadas sobre o problema encontrado no monitoramento a campo em determinado talhão e compartilhá-las com a equipe via e-mail, WhatsApp ou outros aplicativos de mensagem.

Vale destacar que o aplicativo também funciona em modo off-line, uma funcionalidade muito útil para regiões com baixa cobertura de internet. Para isso, basta baixar as imagens de satélite antes de ir a campo e ativar o GPS do celular, que vai levar o produtor, técnico ou agrônomo até a área exata que se deseja monitorar, através da função Siga-me. 

Monitoramento de áreas irrigadas no Arroz usando o Granular Insights

Durante o episódio, Bruno Visconti explicou ainda que a Granular está trabalhando em parceria com um time de agrônomos da Corteva para que, num futuro próximo, seja possível fazer associações mais precisas sobre o índice de vegetação das lavouras de arroz por inundação. Efetivamente, o aplicativo tem ajudado muito quando a irrigação começa diminuir ou cessar, pois nas imagens de satélite, o produtor consegue detectar áreas onde houve maior ou menor acúmulo de água, e isso pode impactar diretamente na produtividade. 

Os produtores que optaram por pivôs na irrigação do arroz também podem se beneficiar da tecnologia do Granular Insights. As informações contidas nas imagens ajudam a identificar falhas mecânicas no sistema de irrigação, como diferenças de pressão da água entre uma área e outra e até mesmo um bico entupido no pivô central. Como não há lâminas de água sobre o cultivo, é possível encontrar esses problemas fazendo a leitura do desenvolvimento da vegetação talhão por talhão. 

Fique por dentro!

Deixe o seu e-mail para receber novos posts do blog direto em sua caixa de entrada

Blog

Buscando mais precisão na agricultura

Renata Bobrowski Rodrigues, 11/03/2021