Identificando áreas de nematoides com o auxílio do Granular Insights

As lavouras brasileiras são altamente suscetíveis à proliferação de nematoides, também conhecidos como fitonematoides. O clima predominantemente tropical propicia as condições de temperatura e umidade ideais para reprodução e alimentação das diferentes espécies do patógeno. Soma-se a isso as práticas inadequadas de rotação de culturas e de manejo, que influenciam diretamente em perdas significativas de produtividade. Segundo a Sociedade Brasileira de Nematologia, essas perdas variam em média entre 5 e 35%, dependendo da cultura plantada.

Um desafio na hora do manejo de nematoides é a grande variedade de espécies e raças. De acordo com um estudo realizado pela Embrapa Milho e Sorgo [Arquivo PDF], mais de 40 espécies de 12 gêneros têm sido observadas nas raízes da cultura do milho. Os sintomas apresentados também são um problema. A olho nu, eles podem ser facilmente confundidos com outras causas, como deficiência de nutrientes, ataque de outras pragas e doenças, estiagem ou compactação de solo. 

A erradicação dos nematoides é praticamente impossível, mas a adoção de práticas associadas pode reduzir populações do patógeno e os danos por ele causados. Entre essas práticas estão: a rotação de culturas; a utilização de tratamento de sementes com nematicidas; a eliminação de camadas compactadas; a melhoria do equilíbrio do pH no perfil do solo; o uso de variedades com menor fator de reprodução; a  manutenção de bons níveis de nutrientes; e aumento nos teores de matéria orgânica (coberturas verdes). Caso queira saber mais sobre soluções de controle para nematoides, leia esse artigo do blog Agronegócio em Foco, que explica mais sobre essas práticas.

Além disso, o monitoramento a campo pode fazer toda a diferença para proteger a produtividade ao longo da safra, porque quanto antes o problema for identificado, menos danos serão causados pelos nematoides e decisões mais assertivas para o controle podem ser tomadas para proteger a produtividade. 

Uma das ferramentas que têm ajudado produtores a realizar o controle de nematoides aqui no Brasil é a nossa ferramenta de monitoramento por imagens de satélite, o Granular Insights. Com o acesso a imagens de satélites de alta frequência e resolução, é possível priorizar o monitoramento a campo em talhões que apresentem variação no índice vegetativo, garantindo mais agilidade para conter esse problema e informação mais detalhada para manejo de longo prazo. 

Nos exemplos a seguir, você vai perceber como as imagens fornecidas pelo Granular Insights ajudaram no controle de nematoides, propiciando tomadas de decisões coerentes com os problemas detectados

Lavoura de milho em Goiás

Em junho de 2020, a equipe de campo de uma lavoura de milho de Formosa-GO detectou uma situação atípica nas imagens coletadas pelo Granular Insights: duas áreas registraram um índice vegetativo inferior em comparação ao restante do pivô.

Para descobrir a causa dessa diferença, foram coletadas amostras de solo direcionadas das áreas, que revelaram uma quantidade maior de nematoides na área com menor índice vegetativo do que no restante da área avaliada. 

Diante da situação encontrada com o auxílio do aplicativo, o produtor tomou duas decisões importantes: imediatamente, aplicou um tratamento nematicida para reduzir os riscos para o cultivo e, após a colheita, vai implementar a rotação de culturas, a fim de diminuir as populações de nematóides

Lavouras de soja em Mato Grosso

Em novembro de 2019, analisando imagens de satélite do Granular Insights, um produtor de soja mato-grossense identificou pontos de baixo desenvolvimento vegetativo. Com a vistoria a campo, o produtor comprovou a presença de nematoide de cisto. Mesmo com o plantio de uma cultivar resistente, houve ataque de raças diferentes do patógeno. 

O acompanhamento pelo aplicativo tornou o monitoramento mais eficiente, tornando possível para o agricultor colocar em prática ações para controlar o problema, que, sem o direcionamento dado pela ferramenta, poderia ter sido notado somente na hora da colheita

Já em outra área de soja do Mato Grosso, foi realizado um mapeamento e identificação de manchas que indicassem baixo desenvolvimento no índice WDRVI das imagens de Granular Insights. O objetivo era direcionar esforços em possíveis áreas com a presença de nematoides, para que assim fosse realizado o ensaio de um nematicida. Dessa forma, a ideia era garantir que houvesse pressão de nematoides na área de ensaio, facilitando a mensuração dos efeitos do produto. 

Após o mapeamento e identificação das manchas, foi confirmada a maior presença de nematoides nesses pontos através de análise laboratorial. O uso da ferramenta foi de grande importância no direcionamento das ações de investigação da área, uma vez que não foi necessário fazer análises em todo o pivô, poupando tempo e recursos da equipe

Quer saber mais sobre como o Granular Insights pode tornar o monitoramento da sua lavoura mais eficiente? Solicite uma demonstração gratuita neste link.

Fique por dentro!

Deixe o seu e-mail para receber novos posts do blog direto em sua caixa de entrada